Trabalhar pra comprar remédio. Comprar remédio pra trabalhar…

Aos 27 anos, no meu auge de mundo corporativo, comecei a tomar ansiolítico pra dar conta da pressão. E da falta de propósito que eu sentia em relação ao que eu estava fazendo. ⁣

Foi nessa época que eu comecei a fazer terapia também. Toda semana.⁣
O que eu gastava com remédio, terapia e massagem pra aliviar as dores nas costas e destravar o meu pescoço, que ficava o tempo todo tensionado, era uma parte significativa do salário que eu ganhava na época, sem brincadeira.⁣
Acabei aumentando o meu grau de miopia nessa época também, além de voltar a ter dores de cabeça e problemas pra dormir. Eu ficava pelo menos 8 horas e meia na frente do computador, revisando, editando e escrevendo textos, além de escutar reclamações dos meus colegas insatisfeitos e as minhas próprias reclamações também. Não há saúde que dê conta disso.⁣
Eu queria muito me encaixar naquele mundo. Eu queria muito, muito mesmo, que aquele modelo de trabalho corporativo fosse o meu, porque assim era mais fácil lidar com o que não estava legal. Mas não era.⁣
Eu estava adoecendo. E estava trabalhando pra comprar os meus remédios. ⁣
Nunca fui tão consumista na minha vida como naquela época. O consumo era a minha válvula de escape. Eu comprava, comprava, e depois ficava p# da vida porque tinha gastado dinheiro com o que eu não precisava de fato. Um ciclo insano. De deixar a gente doente mesmo.⁣
Foram anos tentando e adoencendo.  Indo trabalhar com a pele toda empolada, resultado de estresse. ⁣
Eu era uma lagarta querendo ser borboleta, mas com medo da metamorfose. Até que ela chegou com tudo e me ensinou a voar. ⁣
Você pode até achar que é “caro” investir num processo que te ajude a sair da matrix. Buscar ajuda profissional para fazer a sua transição e te ajudar a se conectar com o seu propósito, a sua essência, com quem você realmente é. ⁣
Eu também achava. Barato era comprar remédio, né? ⁣
Até que entendi que saúde não tem preço.⁣
E que os anos vivendo um estilo de vida e trabalho que não é o seu é que podem te custar caro demais. ⁣
Agora eu te pergunto: até quando você vai ficar trabalhando pra comprar remédio porque você precisa do remédio pra trabalhar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *